Stade de France: Chefe de polícia de Paris reconhece "fracasso"

Durante sua audiência perante o Senado francês nesta quinta-feira (9) para explicar os incidentes no Stade de France na final da Liga dos Campeões, em 28 de maio, o chefe de polícia de Paris, Didier Lallement, admitiu o que considerou um "fracasso" e números "imprecisos". Os incidentes haviam sido imputados anteriormente pelas autoridades francesas aos torcedores do Liverpool sem ingressos válidos.

Espectadores sem ingressos subindo pelos portões, torcedores e suas famílias sendo repelidos pela polícia com gás lacrimogêneo, além de outros sendo roubados ou agredidos. O policiamento da final da Liga dos Campeões entre Real Madrid e Liverpool, a principal partida da temporada de futebol na Europa, vem sendo objeto de muita polêmica tanto na França quanto na Inglaterra.

"Foi obviamente um fracasso", admitiu o chefe de polícia de Paris, Didier Lallement, durante audiência no Senado nesta quinta-feira (9), referindo-se ao público "empurrado e agredido" e à "imagem estilhaçada [para o mundo]" da França. "É uma ferida para mim", acrescentou ele.

A audiência do chefe de polícia aconteceu depois que a ministra dos Esportes, Amélie Oudéa-Castéra, e o ministro do Interior, Gérald Darmanin, também prestaram explicações ao Senado, em 1° de junho. Este último havia mantido sua versão, muito criticada, reafirmando que 35 mil torcedores com ingressos falsificados ou sem ingressos tinham chegado ao Stade de France e teriam sido "a raiz do mal" na origem dos incidentes.

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Com forte esquema de segurança para jogo França x Dinamarca, Paris quer evitar fiasco da Champions
Governo francês diz que venda de ingressos falsos foi responsável por caos na final da Liga dos Campeões
Liverpool exige desculpas do governo francês após acusações de fraude contra torcedores ingleses

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos