Stallone critica 'Drago': 'Nunca quis que os personagens de Rocky fossem explorados por parasitas'

Sylvester Stallone não está muito contente com o filme "Drago", spin-off da franquia "Rocky Balboa" que vai explorar o personagem Ivan Drago, vivido pelo ator sueco Dolph Lundgren. O ator de 76 anos foi às redes sociais reclamar da nova produção e atacou os responsáveis pelo spin-off:

'Rocky': FIlme completa 45 anos com leilão de objetos usados por Stallone; lances iniciais chegam a R$ 100 mil

Ivana Chubbuck: Preparadora de atores conta como é trabalhar com Stallone, Halle Berry e Beyoncé

"Peço desculpas aos fãs, nunca quis que os personagens de 'Rocky' fossem explorados por esses parasitas", afirmou o ator.

Sly dirigiu suas críticas ao produtor Irwin Winkler, de 91 anos, o qual já havia criticado outras vezes. No desabafo em seu perfil no Instagram, o descreve como um "patético produtor de 94 anos" que estaria "limpando os ossos" da franquia em torno do seu personagem.

"Mais uma vez esse patético produtor de 94 anos e seus filhos imbecis e inúteis, os abutres Charles e David, estão mais uma vez limpando os ossos de outro personagem maravilhoso que criei sem nem me dizer", reclamou Stallone.

A insatisfação de Stallone respingou até em Dolph Lundgren. “A propósito, não tenho nada além de respeito por Dolph, mas gostaria que ele tivesse me contado o que estava acontecendo nas minhas costas”, escreveu o ator. O sueco também tratou de dar sua versão dos fatos, para "acalmar os fãs":

"Não há roteiro aprovado, não há acordos, nenhum diretor e eu pessoalmente tinha a impressão de que meu amigo Sly Stallone estava envolvido como produtor ou mesmo como ator", disse Lundgren, esclarecendo, ainda, que está em contato com "Mr. Balboa".

Lançado em 1976 e dirigido por John G. Avildsen, "Rocky" foi um sucesso de público e crítica, vencendo três estatuetas do Oscar em 1977 (foram dez indicações), incluindo a de melhor filme e a de melhor diretor. Criado pelo próprio Stallone, o roteiro conta a história de um rapaz humilde e bondoso, de origem italiana, que trabalha para um agiota enquanto pratica boxe. A carreira como pugilista decola e Rocky vira uma lenda. Depois do longa de estreia, foram feitos outros cinco filmes na sequência: "Rocky II", "Rocky III", "Rocky IV", "Rocky V" e "Rocky Balboa". Em 2015, a MGM lançou "Creed", o primeiro spin-off da franquia, que acompanhava a história de Adonis Johnson Creed (Michael B. Jordan), filho de Apollo Creed, rival histórico de Balboa. "Creed II" foi lançado em 2018 e dá continuidade à saga do rapaz.