Star Trek de Tarantino não acontecerá e nova trilogia é prioridade na Paramount

Claudio Yuge
·3 minuto de leitura

Ultimamente temos visto várias novas atrações ligadas a Star Trek, como as séries Discovery e Picard e a animação Lower Decks, além de uma nova empreitada para crianças no canal Nickelodeon. Mas e como fica a franquia na TV? Há muito se fala em uma produção no estilo “Pulp Fiction no espaço”, mas o próprio diretor Quentin Tarantino, que comandaria o projeto, disse que o filme está longe de acontecer. Agora, segundo o Deadline, a direção da Paramount Pictures vai fazer uma pausa em tudo o que está em desenvolvimento para definir os rumos de Star Trek nos cinemas — e isso inclui uma trilogia fresquinha.

Antes de mais nada, vamos lembrar um pouco o que havia de conversas nos bastidores sobre um possível novo filme. A retomada de Star Trek nas telonas aconteceria com grande parte do mesmo elenco dos últimos três filmes, com Chris Pine como Capitão Kirk. A trama abordaria o pai de Kirk, vivido por Chris Hemsworth no primeiro longa de J.J. Abrams. Contudo, tanto Pine quanto Hemsworth teria discordado do roteiro — e, talvez, dos valores dos contratos.

<em>Reprodução/Paramount</em>
Reprodução/Paramount

Em seguida, informantes ventilaram nos bastidores a possibilidade de um filme comandado por Tarantino. Mas, ao longo dos meses, o projeto foi esfriando e o próprio diretor acenou com a possibilidade de se aposentar como cineasta. Além disso, parte da comunidade começou a questionar se uma abordagem mais ligada ao “faroeste espacial” do que da “ópera espacial” não seria muito parecido com Star Wars.

E, por último, haviam conversas entre a Paramount e o Noah Hawley, criador das séries Fargo e Legião. Esse projeto estaria mais alinhado com o que o estúdio quer, com base nas raízes da série, em um conceito semelhante ao de J.J. Abrams, com uma aventura baseada em uma praga espacial (algo que tem tudo a ver com o momento em que vivemos). O elenco seria todo renovado.

E qual seria o possível rumo de Star Trek nos cinemas?

Emma Watts, que assumiu a chefia de filmes na companhia, agora teria interrompido tudo o que estava em pré-desenvolvimento para avaliar qual será o futuro da franquia. Para ela, esse momento de “pausa forçada” por conta da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) deve ser, no final das contas, providencial para que a avaliação seja feita com calma. Mas, vale destacar, o assunto estaria sendo tratado com prioridade máxima na empresa.

Ainda não há detalhes, mas já há projeções de que o roteiro escrito para Tarantino, que envolve viagem no tempo em uma ambientação noir no estilo das tramas de mafiosos dos anos 1930, seria mesclado à “pandemia cósmica” de Hawley, juntamente com a completa renovação do elenco. Contudo, ainda não há mais informações sobre isso, por enquanto. O jeito é aguardar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: