Starlink, de Elon Musk, ativa serviço de internet em escola do Amazonas

Starlink, de Elon Musk, ativa serviço de internet em escola do Amazonas. Foto: REUTERS/Andrew Kelly.
Starlink, de Elon Musk, ativa serviço de internet em escola do Amazonas. Foto: REUTERS/Andrew Kelly.
  • Uma escola pública localizada no Amazonas foi uma das primeiras do país a receber a conexão de internet operada pela SpaceX;

  • Elon Musk participou da inauguração do serviço por meio de uma chamada de vídeo;

  • Segundo ministro das Comunicações, velocidade do sinal de internet ativada é maior do que a rede de internet móvel 4G.

O sinal de internet via satélite Starlink, da SpaceX, foi ativado em uma escola localizada na zona rural de Careiro da Várzea, no Amazonas, na última quinta-feira (22). Durante a inauguração, o CEO e fundador da empresa, Elon Musk, foi apresentado aos alunos e professores do colégio por meio de uma chamada de vídeo, possibilitada pela conexão recém instalada.

Outras duas unidades de ensinos devem participar do projeto piloto do sistema Starlink. Contudo, a pasta não informou as datas para que essas escolas recebam a internet via satélite.

Leia também:

Faria afirmou que quase R$ 10 bilhões foram investidos para a instalação do gateway [porta de entrada] da Starlink em Manaus.

"É um investimento alto, mas que faz com que as pessoas possam se realizar. Eu me realizo como ministro ao saber que estão conectando as escolas e essas crianças que ontem não tinham nada, imagina pro dono da empresa, isso é algo extraordinário”, disse o ministro das Comunicações.

De acordo com Faria, a velocidade do sinal de internet ativada na escola em Careiro da Várzea é maior do que a rede de internet móvel 4G.

A ativação do sinal de internet ocorre cinco meses após a visita de Elon Musk ao Brasil, em maio, e seu anúncio de que conectaria 19 mil escolas em áreas rurais.