Startup de veículos sem motorista Aurora detalha estratégia comercial

·2 minuto de leitura
Caminhão equipado com sistema de direção autônoma da Aurora no terminal da empresa, em Palmer

Por Tina Bellon

PALMER, Texas (Reuters) - A startup de tecnologia de direção autônoma Aurora anunciou nesta quinta-feira que descobriu um caminho para tornar os veículos que não precisam de motorista um negócio lucrativo, exibindo suas soluções para investidores antes de uma oferta pública inicial de ações com a qual espera obter cerca de 2 bilhões de dólares em recursos adicionais.

Várias companhias de caminhões autônomos preparam o lançamento de rotas sem motoristas nos próximos anos e começaram a se aliar com parceiros na indústria e clientes em um esforço para tornar a tecnologia uma realidade lucrativa.

Diferente de competidores, a Aurora quer fornecer serviços de caminhões e táxis autônomos, afirmando que a combinação vai baixar cursos, fornecer fluxos maiores de receitas e permitir transferência de tecnologia.

"Caminhões nos permitem construir um negócio lucrativo e em escala que pode financiar desenvolvimento adicional de transporte urbano, reduzindo o custo de hardware", disse Sterling Anderson, co-fundador da Aurora e vice-presidente de produto. O executivo fez os comentários no terminal de caminhões da companhia em South Dallas, onde investidores, analistas e jornalistas andaram em um dos caminhões autônomos com dois motoristas de segurança presentes.

Os motoristas atualmente representam nos Estados Unidos mais de 40% do custo por milha percorrida e não podem dirigir por mais de 11 horas por dia, restrições que não se aplicariam para os caminhões autônomos.

A Aurora, que planeja abrir o capital neste ano com um valor de mercado de 13 bilhões de dólares, projeta atingir equilíbrio financeiro em 2027, mas Sterling não revelou quando a empresa espera obter lucro líquido.

A empresa pretende lançar caminhões totalmente autônomos até o final de 2023 e táxis-robô no ano seguinte.

Sterling afirmou que o serviço de transporte urbano vai se concentrar inicialmente em aeroportos e distritos de negócios que não exigem que os veículos naveguem por ambientes urbanos complexos.

A companhia enfrenta competição de empresas que incluem Waymo, do Google; Argo, apoiada pela Ford e Volkswagen, e Cruise, controlada pela General Motors. A empresa enfrenta também competição da startup chinesa TuSimple.

A capacidade de fazer parcerias vai ser importante para o negócio, disse Sterling. A Aurora se aliou com as fabricantes de caminhões PACCAR e Volvo, com a Toyota e com a Uber Technologies.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos