STF diz que Bolsonaro 'reconhece resultado final das eleições' ao autorizar início da transição

BRASÍLIA - O Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou nota nesta terça-feira, após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, na qual afirma que o presidente reconhece "o resultado final das eleições" ao autorizar o início dos trabalhos da transição de governo.

"O Supremo Tribunal Federal consigna a importância do pronunciamento do presidente da República em garantir o direito de ir e vir em relação aos bloqueios e, ao determinar o início da transição, reconhecer o resultado final das eleições", diz a nota.

Após mais de 44 horas de expectativa, o presidente Jair Bolsonaro falou somente na tarde desta terça-feira, pela primeira vez, no Palácio da Alvorada, sobre a derrota nas urnas para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no último domingo. O pronunciamento do chefe do Executivo durou exatamente dois minutos, e foi seguido por uma declaração ainda mais curta de seu ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP). Ao subordinado, coube a missão de anunciar a abertura da transição junto à equipe do petista, chamado por ele de "presidente Lula".

Bolsonaro abriu o discurso agradecendo aos 58 milhões de votos recebidos e, em seguida, recriminou as manifestações de caminhoneiros que, desde a confirmação do resultado da eleição, vêm bloqueando estradas em centenas de pontos do país. "Manifestações pacíficas sempre serão bem-vindas, mas os nossos métodos não podem ser os da esquerda, que sempre prejudicaram a população, como invasão de propriedade, destruição de patrimônio e fechamento do direito de ir e vir", pontuou.