STF diz que Bolsonaro reconheceu resultado das eleições ao determinar início da transição

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 05.10.2022 - O presidente Jair Bolsonaro (PL) durante entrevista coletiva ao lado de senadores que apoiam seu governo e sua reeleição, no Palácio da Alvorada, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 05.10.2022 - O presidente Jair Bolsonaro (PL) durante entrevista coletiva ao lado de senadores que apoiam seu governo e sua reeleição, no Palácio da Alvorada, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O STF (Supremo Tribunal Federal) disse, em nota oficial nesta terça-feira (1º), que o presidente Jair Bolsonaro (PL) reconheceu o resultado final das eleições "ao determinar o início da transição".

O Supremo disse que "consigna a importância do pronunciamento do presidente da República" por esse motivo e também "em garantir o direito de ir e vir em relação aos bloqueios".

A nota foi emitida pouco antes do próprio presidente Bolsonaro chegar ao Supremo para se reunir com os ministros, por volta das 17h40. Ele não falou com a imprensa.

Ele seguiu para o gabinete da presidente do STF, Rosa Weber, onde também estão os ministros André Mendonça, Kassio Nunes Marques, Luiz Fux, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Alexandre de Moraes.

O ministro Paulo Guedes (Economia) também está na reunião. Antes de entrar, ele disse que Bolsonaro "sempre jogou nas quatro linhas da Constituição".