STF encerra sessão após uma hora de trabalho, e ministro sugere repensar pleno pela manhã

Equipe HuffPost
STF encerra sessão após uma hora de trabalho, e ministro sugere repensar pleno pela manhã

Faltam ministros para que as sessões do STF (Supremo Tribunal Federal) marcadas para começar às 9h sigam adiante. Na sessão da manhã de quarta-feira (7), que durou apenas uma hora, o ministro Marco Aurélio Mello fez um apelo para que Supremo reavalie os horários.

"Presidente, precisamos repensar essas sessões matutinas porque na maioria das vezes não temos quórum e voltarmos a tradição de combinamos essa sessões entre nós", sugeriu à ministra Cármen Lúcia.

Algumas aproveitaram a declaração do ministro para fazer um paralelo entre algumas profissões.

Tem dentista que também não trabalha pela manhã.

No fundo, os brasileiros não ficaram satisfeitos com a notícia.

Houve quem reclamou da morosidade da Justiça.

Vale lembrar que ano no Supremo Tribunal Federal começou com um arcevo de 145 mil processos.

Já que tem auxílio-moradia, que tal mais um?

Mas houve...

Continue a ler no HuffPost