STJ sofre ataque de hackers e suspende sessões; Polícia Federal vai investigar

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA (Reuters) - O sistema de informações do Superior Tribunal de Justiça foi atacado por hackers na terça-feira, o que levou à suspensão de todas as sessões de julgamento virtuais ou por videoconferência até que se tenha garantia de restabelecimento da segurança no sistema, informou o STJ nesta quarta-feira.

Em nota, o tribunal informou que a Polícia Federal foi acionada para investigar o ataque de hackers, enquanto a Secretaria de Tecnologia de Informação tenta recuperar o sistema.

"Todas as sessões de julgamento, virtuais e por videoconferência, estão suspensas ou canceladas até que seja restabelecida a segurança do tráfego de dados dos nossos sistemas", diz o texto.

Os prazos processuais foram suspensos até a próxima segunda-feira, enquanto demandas urgentes, como liminares ou habeas corpus ficarão centralizadas na presidência do STJ por esse período.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)