Streamer de Valorant é denunciado por assediar menores de idade

·2 min de leitura
Denúncias, não são as primeiras que Matheus
Denúncias, não são as primeiras que Matheus "CybinH" Almeida é acusado. Foto: (Reprodução/Instagram)

Mais uma acusação de assédio sexual na comunidade dos streamers de games foi feita nesta semana. O streamer do jogo Valorant, Matheus "CybinH" Almeida, teria assediado sexualmente uma menina de 16 anos no dia 9 de janeiro deste ano.

Após as denúncias feitas na Internet, outra menina, dessa vez de 13 anos, o acusou de ter pedido fotos íntimas dela. Por fim, uma ex-namorada do criador de conteúdo digital o acusou de abuso psicológico durante o relacionamento de ambos.

Leia também:

Em janeiro do ano passado, quando um movimento de denúncias em massa no mundo dos e-sports aconteceu, ele fora denunciado por mais outras duas mulheres também.

No relato da jovem de 16 anos feito esta semana, ela conta que admirava o trabalho de CybinH e contribuía com seu canal, até que tomou a atitude de convidá-lo para jogarem juntos de forma virtual. Em uma ligação por vídeo, o streamer teria colocado o pênis para fora e se masturbado em frente à câmera.

A publicação da jovem desencadeou outras denúncias, como a de uma garota de 13 anos (na época do caso), que disse que CybinH teria lhe pedido fotos dos seios em troca de desconto em um plano de treinamentos de jogos online.

Em nota publicada nas redes sociais, o streamer confirma ter feito a chamada de vídeo com a menina que o denuncia de assédio e diz que irá acionar seus advogados para procurar seus direitos após ter sido alvo de "acusações graves", como o mesmo considera.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos