De Suárez a Paulinho, veja as principais transferências às vésperas do início dos estaduais

A poucos dias do início dos estaduais de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná, que concentram algumas das principais forças da elite nacional, além do Rio, os clubes da Série A trabalham para montar os elencos com os quais vão enfrentar seus adversários e correr atrás de suas metas em 2023. Após um período bastante agitado no mercado de transferências do futebol brasileiro, Atlético-MG, Cruzeiro, Internacional, Grêmio, Santos, São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Athletico distribuem suas peças no tabuleiro para que o jogo possa começar.

Os clubes que subiram para a Série A foram aqueles que mais fizeram renovações dos seus elencos.

Após uma campanha vencedora na Série B em 2022, o Cruzeiro, que teve o futebol comprado pelo ex-jogador Ronaldo Fenômeno, planejou um 2023 de renovações visando a disputa do Campeonato Mineiro, que começa no dia 21 de janeiro, da Série A do Brasileiro e da Copa do Brasil. Um dos principais jogadores trazidos pela Raposa foi o atacante Wesley, de 23 anos, ex-Palmeiras, que custou R$ 16 milhões e assinou até o fim de 2026 com a Raposa.

Também de volta à Série A, o Grêmio fez a contratação de maior impacto até o momento no futebol brasileiro: Luis Suárez, um dos maiores reforços dos 119 anos de história do clube gaúcho. O uruguaio de 35 anos, que vestirá a camisa 9, assinou por duas temporadas e foi apresentado para cerca de 60 mil pessoas na Arena do Grêmio. O jogador, que estava sem clube após deixar o Nacional-URU, será um dos mais bem pagos do país, recebendo US$ 4,5 milhões (cerca de R$ 23,4 milhões) por temporada.

O tricolor gaúcho abre sua temporada no próximo dia 21, visitando o Caxias, pelo Campeonato Gaúcho. O arquirrival Internacional joga no mesmo dia, diante do Juventude. Mas diferente do Grêmio, o colorado foi um dos clubes que menos renovou seu plantel, fazendo apenas uma contratação até o momento. Formado justamente no Grêmio, o lateral Mário Fernandes, de 32 anos, assinou contrato até o fim da próxima temporada. Com uma experiência de dez anos de Europa, o atleta, que disputou a Copa de 2018 pela Rússia, estava no CSKA Moscou.

O Inter decidiu manter a maior parte do plantel vice-campeão brasileiro de 2022, apesar de ter perdido nomes importantes como o meia Edenilson, que se transferiu para o Atlético-MG, e o atacante Taison, que rescindiu contrato e deve retornar ao futebol europeu.

Campeão brasileiro, o Palmeiras também apostou na manutenção do elenco, e não fez nenhuma contratação até agora, mas perdeu o meia Gustavo Scarpa, melhor jogador da competição, que se transferiu para o Nottingham Forest-ING. O clube paulista pretende dar espaço a novos talentos das categorias de base — entre eles, Endrick, que terminou o ano em alta e foi vendido para o Real Madrid, mas fica no Palmeiras até o meio de 2024. O time estreia no Campeonato Paulista neste sábado, recebendo o São Bento no Allianz Parque.

No fim do mês, provavelmente dia 28, o Palmeiras disputa a Supercopa do brasil contra o Flamengo, ainda sem local definido.

O Atlético-MG foi outro clube que se movimentou muito nesta janela de transferências, de olho na pré-Libertadores. O clube tem oito novas peças para contar nesta próxima temporada, com destaque para o atacante Paulinho, ex- Vasco, que estava atuando pelo Bayer Leverkusen, da Alemanha.

Com o argentino Eduardo Coudet como técnico, o Galo apostou em dois nomes que foram bem juntos com o treinador no Internacional: os meias Edenilson e Patrick.

Sem títulos em 2022, o Corinthians não mudou muito a fotografia de seu time até o momento. A principal novidade foi a chegada do atacante paraguaio Ángel Romero, que fará sua segunda passagem pelo clube.

O São Paulo trouxe o volante equatoriano Jhegson Méndez, que disputou a Copa do Mundo do Catar no fim do ano passado, além do atacante Marcos Paulo, formado nas categorias de base do Fluminense e que estava no futebol europeu, e o meia Wellington Rato, que se destacou pelo Atlético-GO na última temporada. Na renovação promovida pela diretoria tricolor, nomes como Nikão, Eder, Patrick e Reinaldo acabaram deixando o Morumbi.

Outro Estadual que concentra parte dos times da elite nacional, o Carioca começa amanhã, com o duelo entre Flamengo e Audax, em jogo antecipado da quinta rodada. O rubro-negro, atual vencedor da Libertadores, apostou no retorno de Gerson e no técnico português Vítor Pereira. O Botafogo, que se reformulou em 2022, no primeiro ano como SAF, trouxe Marlon Freitas e Luís Segóvia. Vasco e Fluminense foram com mais gana ao mercado. No tricolor, destaque para a chegada de Keno (ex-Atlético-MG); no cruz-maltino, a esperança é Pedro Raul (ex-Goiás).