Suíça elimina campeã mundial França nos pênaltis e vai às quartas da Euro

·1 minuto de leitura
Goleiro suíço Yann Sommer defende cobrança de pênalti de Kylian Mbappé

BUCARESTE (Reuters) - O goleiro suíço Yann Sommer defendeu uma cobrança de pênalti do atacante francês Kylian Mbappé para garantir uma vitória por 5 x 4 na disputa de penalidades após empate de 3 x 3, nesta segunda-feira, assegurando a classificação da equipe para as quartas de final da Euro 2020 contra a Espanha.

A Suíça abriu o placar aos 15 minutos, quando Haris Seferovic subiu para cabecear o cruzamento de Steven Zuber, e poderia ter ampliado no começo do segundo tempo, mas o goleiro Hugo Lloris defendeu cobrança de pênalti de Ricardo Rodriguez.

Karim Benzema marcou duas vezes em 103 segundos e Paul Pogba fez o terceiro da França, atual campeã mundial, em um lindo chute a 15 minutos do fim, mas Seferovic cabeceou para marcar seu segundo gol aos 36 minutos, antes de Mario Gavranovic empatar no último minuto.

O francês Kingsley Coman, que saiu do banco de reservas, acertou um chute na trave nos segundos finais, e o jogo terminou em 3 x 3 e foi para a prorrogação, sem que nenhum dos times conseguisse marcar nos 30 minutos de tempo extra.

Ambas as equipes foram perfeitas nas cobranças de pênalti até Mbappé se encaminhar para a quinta batida da França, que foi defendida pelo goleiro Sommer.

(Reportagem de Philip O'Connor)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos