Subaquático, maior bicicletário de Amsterdã tem obra concluída; vídeo mostra construção

Bicicleta em Amsterdã, na Holanda, é um transporte levado muito a sério. Dados da Associação de Concessionárias de Automóveis e Proprietários de Garagem (BOVAG) e da Indústria de Bicicletas e Automóveis (RAI) mostram que existem mais bicicletas na Holanda do que pessoas. Enquanto há 23,4 milhões de bicicletas, a população do país é de 17,8 milhões. Como a quantidade de ciclistas na capital é enorme, a disposição das bicicletas estacionadas era uma questão a ser resolvida. Por isso, foi construído um bicicletário subaquático ao lado da estação central de trem, um dos pontos mais movimentados da cidade.

Um vídeo em time-lapse mostra a construção do empreendimento, iniciada em 2019. Com a obra concluída, o bicicletário tem previsão de ser inaugurado no próximo dia 26 com uma capacidade para guardar 7 mil bicicletas. Nas primeiras 24 horas, a vaga é gratuita e depois passa a ter um custo de 1,35 euro (R$ 7,50) para cada dia adicional.

De acordo com o jornal The Guardian, esse projeto de 60 milhões de euros (R$ 331,7 milhões) teve por objetivo organizar as (muitas) bicicletas deixadas perto da estação, além de facilitar o deslocamento de passageiros.