Subir o Monte Branco poderá custar 15 mil euros

Subir o Monte Branco não é para todos, mas agora a aventura pode tornar-se ainda mais seletiva. Para atingir o cume da montanha mais alta da Europa Ocidental, pode ser preciso um depósito de 15 mil euros: 10 mil para o salvamento e 5 mil para o funeral. A proposta quer desencorajar os alpinistas menos experientes durante o verão.

O autarca de Saint-Gervais, explicou à Euronews que "todos devem estar conscientes de que existem consequências, não só para quem arrisca mas também para os salvadores que vão à procura dos cadáveres ou que os vão salvar". Jean-Marc Peillex sublinha que a proposta “não impede que o verdadeiro salvamento continue gratuito. Mas não aquele que obriga a correr riscos ou a desafiar as proibições”.

No verão, a queda de rochas aumenta o perigo e os riscos, mas muitas pessoas tentam a subida a todo o custo, ignorando as recomendações das autoridades locais. A Câmara Municipal de Saint Gervais quer relançar o debate sobre o resgate livre na montanha e considera uma boa ideia a estratégia em vigor no outro lado da fronteira, no Vale de Aosta, onde um salvamento considerado abusivo tem custos.

Entretanto, as empresas de guias de Saint-Gervais e Chamonix suspenderam a atividade até, pelo menos, 15 de agosto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos