Sucesso como o Velho do Rio, de 'Pantanal', Osmar Prado ressurge como Sergio Cabeleira hoje em 'Pedra sobre pedra'

A novela "Pedra sobre Pedra", exibida originalmente em 1992, quando fez enorme sucesso, estreia nesta segunda-feira (18) no Globoplay. A trama, escrita por Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares, tem como enredo principal a rivalidade entre duas famílias no sertão baiano.

Um dos personagens icônicos do folhetim é Sergio Cabeleira, interpretado por Osmar Prado, um dos grandes destaques da versão atual de "Pantanal" como o Velho do Rio. Na trama que estreou há 30 anos, Cabeleira é um homem misterioso fascinado pela Lua Cheia. Pressentindo que algo de ruim pudesse acontecer com ele, sua irmã Lola (Tânia Alves) o trancafiava mensalmente em uma jaula.

Repleta de elementos de realismo fantástico, "Pedra Sobre Pedra" contou com a maior cidade cenográfica construída até então pela TV Globo. Ao som de "Pedras que cantam", do cantor Fagner, a abertura marcante fez uso de computação gráfica para transformar o corpo nu de uma modelo em rochas e montanhas.

A história gira em torno de Murilo Pontes (Lima Duarte) e Jerônimo Batista (Felipe Camargo), de famílias rivais, apaixonados pela mesma mulher, Pilar (Renata Sorrah). O conflito começa quando Pilar fica noiva de Murilo, mas o abandona no altar por desconfiar que sua melhor amiga espera um filho dele. Como forma de se vingar, ela se casa com Jerônimo, com quem tem uma filha, Marina (Adriana Esteves). Já Murilo se une com Hilda (Eva Wilma) e tem um filho chamado Leonardo (Maurício Mattar).

Após 25 anos, Pilar e Murilo desejam o mesmo destino para seus filhos: a prefeitura da cidade fictícia de Resplendor. Diante disso, o conflito entre as duas famílias se intensifica e, ao mesmo tempo, traz à tona outros sentimentos dos ex-noivos. Em paralelo, Marina e Leonardo começam a viver um romance escondido dos pais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos