Sucesso na web, humorista Abdias Melo fala das sequelas de derrame e de Síndrome de Bell: 'Metade do meu rosto ficou paralisado'

Há dois anos fazendo o público sorrir, o humorista pernambucano Addias Melo, de 40 anos, foi diagnosticado em janeiro com a Síndrome de Bell. Famoso influenciador digital do Recife e conhecido por integrar a Turma do Carlinhos Maia com o personagem O Dinossauro da Internet, ele descobriu ser portador da doença após sofrer um derrame enquanto gravava um vídeo com David do Brazil e ficar cindo dias internado. Desde então, o humorista vem se reinventando para continuar levando alegria para os internautas.

— Estava gravando um vídeo com o David Brazil no Rio de Janeiro e, de repente, minha língua começou a ficar dormente e a metade do meu rosto caiu. Fui correndo para o hospital em Recife e descobri que eu estava com a Síndrome de Bell, que é uma doença rara, em que metade do rosto é paralisado — lembra Addias.
Abidias, que também é empresário de artistas, fez algumas sessões de fisioterapia e teve que interromper o tratamento na época por conta da agenda cheia.Como não podia ficar sem trabalhar, ele acabou usando a doença ao seu favor.

— Sai do hospital e comecei a trabalhar, vim fazer clipes engraçados. Fiz um clipe com a minha boca 'troncha', que ficou muito engraçado. Muita gente diz que eu estou mais engraçado hoje com a boca troncha —, conta.

— Mas estou ficando bom sem fazer nada. Os médicos falam que isso é muito difícil de acontecer. 
Abidas trabalhou com o cantor Reginaldo Rossi e hoje administra a carreira de Ni do Badoque, conhecido como o Rei das Trolagens, do dançarino Dog Malvado, e do cantor Marquinhos Navais.