Sucuri de 7 metros é flagrada por fotógrafo em Bonito (MS)

·1 min de leitura
Sucuri
Sucuri "sem fim" é registrada por fotógrafo em Bonito (MS) - Reprodução/Instagram/danieldegranville
  • Uma cobra "sem fim" foi flagrada pelo fotógrafo Daniel De Granville durante expedição em Bonito (MS)

  • Ele divulgou um vídeo em que o animal se desenrola para entrar em um rio da região

  • "A cobra sem fim - uma gigante graciosa", escreveu o fotógrafo na legenda do vídeo no Instagram

Uma cobra "sem fim" foi flagrada pelo fotógrafo Daniel De Granville durante uma expedição em Bonito (MS), cidade próxima do Pantanal. Ele divulgou nas redes sociais um vídeo em que o animal se desenrola para entrar em um rio da região.

"A cobra sem fim - uma gigante graciosa", escreveu o fotógrafo na legenda do vídeo no Instagram.

Em contato com o portal UOL, o fotógrafo contou que as imagens, compartilhadas em seu perfil no Instagram, foram registradas em agosto de 2021. Especialista em fotografar a natureza, ele afirmou que há anos costuma realizar expedições para avistar sucuris, cobras gigantes como a flagrada em Bonito.

O fotógrafo disse que "deu de cara" com a sucuri registrada no vídeo pouco após se aproximar do local com vegetação remexida. Aproveitando que estava com uma câmera na mão, ele registrou as imagens dela se movimentando para a água, que fizeram sucesso na internet.

"Os nossos encontros com as sucuris na região de Bonito geralmente ocorrem a partir de junho até final de setembro, mais ou menos, que é a época em que elas se expõem mais, vai entrando no nosso inverno e na época de reprodução delas. Agora nessa época do ano, por exemplo, depois de acasalar, as sucuris dão uma sumida, no período de gestação que dura uns seis, sete meses. Então se vê muito pouco, praticamente não se encontra", explicou o fotógrafo ao portal UOL.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos