Superação: bancária que sofre de esclerose múltipla se realiza como confeiteira

Regiane Jesus
·2 minuto de leitura
Acervo pessoal

Image.jpeg

Acervo pessoal

RIO — Doces para adoçar vidas. Da doceira, dos clientes e de quem tiver a sorte de ser presenteado com uma das delícias feitas artesanalmente por Rosana De Biase. Moradora do Grajaú, a bancária sempre sentiu prazer em preparar maravilhas açucaradas. O sabor especial gerava encomendas espontâneas de amigos e vizinhos. Até então, o sonho de trabalhar com confeitaria parecia distante. Mas o pesadelo que chegou sem pedir licença junto com a pandemia de Covid-19 acelerou o processo. O desemprego repentino do marido e o impedimento de sair de casa — até para ir às sessões de fisioterapia indispensáveis ao tratamento de esclerose múltipla — fizeram com que a mãe do pequeno Gustavo, de 3 anos, arregaçasse as mangas e fosse para a cozinha. O passo seguinte foi criar uma marca e divulgar os produtos nas redes sociais. Nascia assim a Tem Cookie Rio.

A rotina de desligar o computador ao final do expediente no banco — cumprido em home office desde março — e de ligar o fogão em seguida é uma alegria para Rosana, que exercita os braços enquanto prepara os biscoitos ou os pavês, tão gostosos que, reza a lenda, curam até dor de amor. O vaivém na área mais adocicada da casa também ajuda no movimento das pernas. É que, em 2018, a mobilidade dela ficou comprometida após um surto da doença. Hoje, não há sequelas perceptíveis. O que se vê ao olhar para essa heroína real é apenas a mais pura expressão da alegria.

— Vou feliz para a cozinha. Amo fazer e comer doces! Os cookies e os pavês são os destaques. É muito bom adoçar a vida das pessoas com o que faço. Sempre adiei esse desejo de trabalhar com confeitaria, mas a pandemia me levou para a cozinha não só pela questão financeira como para não ficar fisicamente parada e para buscar uma distração em meio ao isolamento. Esses ingredientes fazem o sucesso do meu negócio — diz a empreendedora, que recebe encomendas pelo perfil @temcookierio no Instagram.

O amor é outro item indispensável para o êxito do empreendimento. Rodrigo Vianna, marido de Rosana, já voltou a dar expediente como gerente de loja, mas segue na função de entregador:

— É uma felicidade ter o Rodrigo ao meu lado em tudo. Sou uma mulher de sorte!

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)