Superfície queimada pelos incêndios florestais na UE supera a de 2021

Os incêndios florestais devastaram 517.881 hectares na Europa desde o início do ano, superando toda a área queimada em 2021, segundo o Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais (EFFIS).

Ondas de calor: o que são, quais as causas e por que a Europa sofre tanto com elas

Espanha: 'mais de 500 mortes' são registradas devido à onda de calor, diz premier

O serviço de vigilância dos 27 países da União Europeia (UE) divulgou este relatório com dados atualizados a partir de 16 de julho, numa altura em que a região da Europa Ocidental foi duramente atingida por uma onda de calor que gerou grandes incêndios nesta semana.

A área queimada até agora neste ano é equivalente à de Trinidad e Tobago, no Caribe.

Na Austrália: misterioso brilho rosa no céu é causado por luzes de instalação de cannabis medicinal

No México: após ameaças, ativista morre ao ser queimada por três homens e uma mulher

Em 2021, ano que viu grandes incêndios na Itália e na Grécia, 470.359 hectares (4,7 mil km²) queimaram em todos os países da UE, segundo dados compilados pela EFFIS.

Se a tendência se confirmar, 2022 poderá igualar ou superar a área queimada em 2017, o pior ano já registrado, com 988.087 hectares de vegetação queimados, área equivalente à do Líbano.

— A situação é ainda pior do que previmos, embora esperássemos anomalias de temperatura graças às previsões (meteorológicas) a longo prazo — disse à AFP Jesús San Miguel, coordenador da EFFIS.

San Miguel destacou que "a onda de calor é decisiva" e "está claramente ligada ao aquecimento global".

— Sabíamos que ia ser um ano difícil e estimamos que vai continuar, não estamos nem na metade da época de incêndios — disse San Miguel, numa semana em que a Europa Ocidental sofreu uma onda de calor incomum que gerou incêndios graves.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos