Superliga Feminina de vôlei não terá campeão nesta temporada

Superliga Feminina foi encerrada sem uma equipe vencedora

Em reunião virtual nesta quinta-feira, os clubes que disputam a Superliga Feminina de vôlei decidiram que a temporada 2019/20120 não terá um campeão. Juntamente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), os times também concordaram em encerrar o torneio, que está paralisado desde sábado por causa da pandemia do coronavírus.

A questão financeira foi o que pesou na decisão. Os gestores dos times preferiram não arriscar pagar mais diversos meses de salários sem saber quando os jogos vão retornar. No último dia 14, a CBV decidiu paralisar a Superliga por 15 dias.

Os clubes da Superliga Masculina se reúnem ainda nesta quinta-feira para uma reunião semelhante. A exéctativa é de que o Taubaté Vôlei possa ser proclamado bicampeão. A competição foi paralisada faltando uma rodada para o fim da primeira fase com Taubaté líder, seguido de Sada/Cruzeiro, Sesc-RJ e Sesi-SP. Ponta Grossa (PR) e América Vôlei (MG) já caíram.