Suposta matéria do G1 noticiando que Lula vai investir em usina nuclear em Cuba é montagem

O portal G1 não publicou reportagem afirmando que o candidato à Presidência Luiz Inácio da Silva (PT) disse que, se eleito, vai investir em uma usina nuclear em Cuba. O conteúdo foi compartilhado dezenas de vezes nas redes sociais desde 17 de agosto de 2022, mas não há registro da suposta notícia ou de declaração semelhante do ex-presidente. À AFP, a assessoria do Grupo Globo, conglomerado de mídia do qual o site faz parte, informou que a mensagem é falsa.

“Lula diz se for eleito, vai investir em Usina nuclear em Cuba”, diz um trecho das publicações que circulam no Twitter (1, 2) e Facebook (1, 2).

Os posts são embasados em uma captura de tela da suposta matéria, com o subtítulo: “Preocupado com as constantes crises em Cuba, Argentina e Venezuela, Lula diz que após as eleições deverá investir pesado nesses países. Cuba terá prioridade e deve ganhar usina nuclear”.

Captura de tela feita em 26 de agosto de 2022 de uma publicação no Facebook ( . / )

No entanto, uma busca no site do G1 não localizou nenhuma matéria com o título “Lula diz que investirá em usina nuclear para solucionar as crises energéticas em Cuba", exibido na imagem compartilhada.

Uma pesquisa realizada no Google com palavras-chave da suposta matéria tampouco levou a registros de que outros veículos tenham noticiado algo semelhante.

Além disso, não há registros de declarações públicas do ex-mandatário nesse sentido. Uma análise do programa de governo da chapa Lula Alckmin entregue pela coligação partidária ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não permitiu encontrar nenhuma menção a Cuba ou a energia nuclear.

A captura de tela viralizada tem, ainda, elemento que indica uma manipulação: abaixo da tarja vermelha de “Eleições” é exibida a palavra “investimento”. Mas uma pesquisa por "investimento" dentro da categoria “Eleições” no portal de notícias exibe um aviso de que essa página não existe.

Comparação feita em 26 de agosto de 2022 entre capturas de tela de uma notícia publicada pelo portal G1 acessada via smartphone (E) e de uma das publicações viralizadas ( . / )

Procurada pela AFP, a assessoria do Grupo Globo confirmou que o site não publicou nenhuma reportagem com o teor viralizado. “A mensagem é falsa. O post não é de uma reportagem do g1 e não existe um setor 'investimentos' na editoria Eleições”, disse.

O Checamos entrou em contato com a assessoria do presidenciável questionando se Lula fez tal declaração ou se o investimento em uma usina nuclear em Cuba estaria nos planos de um eventual governo petista, mas não obteve retorno até a publicação deste artigo.

Esse conteúdo também foi verificado pela Agência Lupa.