Surfista brasileiro Marcio Freire morre afogado em Nazaré

O surfista brasileiro Marcio Freire, de 47 anos, morreu nesta quinta-feira na Praia do Norte, em Nazaré (Portugal), faixa litorânea tradicional na Europa pelas ondas gigantes. O esportista teria se afogado após cair em uma das ondas.

A informação sobre a fatalidade foi confirmada pela Autoridade Marítima Nacional de Portugal. Os Bombeiros Voluntários de Nazaré receberam um alerta às 16h20 (horário local) para um acidente com um surfista. Marcio foi resgatado de jet-ski e levado para a areia já em parada cardiorrespiratória.

As equipes de salvamento utilizaram manobras de de ressuscitação, mas não foi possível salvar o esportista. A morte foi declarada no local. O corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal de Leiria.

Em entrevista ao site "Waves.com.br", Pietro França, colega surfista que estava na região no momento do acidente, falou sobre a tragédia.

— Foi na remada. Ele pegou uma bomba, todo mundo viu, e caiu. Foi para baixo e não voltou, ficou todo mundo tentando achar. Só que ele estava só com o colete normal, sem o inflável.

Freire foi parte do trio baiano "Mad Dogs", com Danilo Couto e Yuri Soledade. Os três fizeram fama ao encarar ondas gigantes no Havaí sem o auxílio de coletes e sem jetskis, em trajetória retratada num documentário de 2015, dirigido por Roberto Studart. Marcio era conhecido pelo amor ao surfe, sem uma presença forte de patrocínios ou proximidade a circuitos competitivos.

"Mostramos um estilo de vida simples, repleto de trabalho, e conectado ao surfe e ao oceano. Vidas voltadas ao sonho de ser surfista. O prazer e coragem nas ondas grandes. O pioneirismo do surfe na remada em uma das ondas mais assustadoras do mundo, conhecida por Jaws. Onda que antes só era surfada com o auxílio do jetski. Também mostramos a história de cada um de nós, desde os tempos na Bahia até os dias atuais", disse o atleta ao site oficial da Red Bull, em entrevista de 2017, sobre uma série que o trio gravava.

Leia a nota completa da Autoridade Marítima Nacional de Portugal:

Um homem de 47 anos, de nacionalidade brasileira, morreu esta tarde depois de ter sofrido uma queda enquanto praticava surf rebocado na praia do Norte, no concelho da Nazaré.

Na sequência de um alerta recebido pelas 16h20, através dos Bombeiros Voluntários da Nazaré, a informar para a queda de um surfista na praia do Norte, foram ativados de imediato para o local elementos do Comando-local da Polícia Marítima da Nazaré. Para o local deslocaram-se também elementos dos Bombeiros Voluntários da Nazaré e do INEM.

O surfista, um homem de 47 anos e de nacionalidade brasileira, foi resgatado para o areal pela mota de água de apoio à atividade, tendo os nadadores-salvadores verificado que a vítima se encontrava em paragem cardiorrespiratória, iniciando de imediato as manobras de reanimação até à chegada dos elementos dos Bombeiros Voluntários da Nazaré e do INEM, que prosseguiram com as manobras.

Após várias tentativas, não foi possível reverter a situação, tendo o óbito sido declarado no local pelos elementos do INEM. Foi contactado o Ministério Público e o corpo foi transportado pelos Bombeiros Voluntários da Nazaré para o Instituto de Medicina Legal de Leiria.

O Gabinete de Psicologia da Polícia Marítima foi ativado para prestar apoio aos familiares da vítima.

O Comando-local da Polícia Marítima da Nazaré tomou conta da ocorrência.