Bases das duas principais facções rebeldes no norte sírio são bombardeadas

Cairo, 2 abr (EFE).- Várias bases do Exército do Islã e do Movimento Islâmico dos Livres de Sham, duas das principais facções rebeldes sírias, foram bombardeadas nas últimas horas no norte do país árabe, informou neste domingo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Um número indeterminado de combatentes desses grupos morreu durante esses ataques, acrescentou a fonte.

Os bombardeios tiveram como alvo quartéis de ambas organizações e depósitos de armas e munição nos povos de Al Kafir e Babeska, no norte da província setentrional de Idlib e perto da fronteira com a Turquia.

Por outro lado, um civil morreu e vários ficaram feridos por um ataque de aviões de guerra na madrugada passada contra zonas da cidade de Yisr al Shogur, no noroeste de Idlib.

Quase toda esta província está sob o controle de grupos rebeldes e islâmicos, entre os quais figura a organização de Libertação do Levante, uma aliança da ex-filial síria da Al Qaeda.

Nos últimos meses, chegaram a Idlib milhares de deslocados, tanto civis como combatentes, procedentes de áreas da periferia de Damasco e de outras localidades, como Homs (centro), após acordos de reconciliação entre as autoridades e os grupos insurgentes locais.

De fato, cerca de 1,7 mil pessoas deixaram ontem o bairro sitiado de Al Waer, em Homs, em virtude de um desses pactos e se dirigiram em 43 ônibus a Idlib. EFE