Surinamês que fingiu ser jogador e assinou com quatro clubes foge da polícia

Um falso jogador de futebol do Suriname, mas com nacionalidade holandesa, acabou preso e fugiu da prisão na Dinamarca, na segunda-feira, após assinar com quatro equipes em 2019. Bernio Verhagen enganou o Dinamo-Auto, da Moldávia, Cidade do Cabo, da África do Sul, Audax Italiano, do Chile, e o Viborg FF, da Dinamarca, com falsos emails e referências de que era representado pelo Stellar Group, que trabalha com jogadores como o galês Gareth Bale, do Real Madrid.

Verhagen fingiu que era lateral-direito e nunca jogou sequer uma partida por alguma das equipes na qual alegava fazer parte. Quem descobriu o golpe foi o time dinamarquês Viborg, que levou o assunto à Justiça.

O falso jogador acabou preso, mas não pelo engodo dos clubes, mas por agredir, sequestrar e roubar sua ex-namorada chilena. Na segunda-feira, quando estava a caminho de testemunhar em um tribunal, ele jogou um agente que o protegia no chão e fugiu por um dos becos da cidade de Viborg.

"Ele correu por uma rua lateral e depois saiu", explicaram as autoridades da polícia dinamarquesa.

No mesmo dia em que escapou, o falso atleta foi preso na cidade de Holstebro, a 100 quilômetros de onde havia escapado, quando tentou fugir para a Suécia.