Surto de Covid interrompe cruzeiro e obriga 3 mil turistas a desembarcar em Lisboa

·2 min de leitura

Cerca de três mil passageiros foram obrigados a desembarcar nesta segunda-feira (3) de um cruzeiro que seguia para as Ilhas Canárias. Um surto de Covid-19 a bordo forçou a embarcação a interromper a viagem em Lisboa, informaram as autoridades portuguesas.

O navio de cruzeiro AIDAnova, com 2.844 passageiros e 1.353 tripulantes a bordo, atracou em Lisboa depois de passar pelo porto de La Coruña, no noroeste da Espanha. Ele estava programado para chegar às Ilhas Canárias espanholas depois de passar pela ilha portuguesa da Madeira.

Mas depois que os primeiros casos de contágio apareceram na quarta-feira (29), a operadora AIDA Cruises Sunday decidiu suspender a viagem "para a segurança e saúde de seus hóspedes e da tripulação", disse um porta-voz da empresa à AFP. Nesta segunda, o navio já registrava 68 casos positivos, 60 deles entre os tripulantes.

Os primeiros passageiros com resultado positivo foram colocados em quarentena em hotéis. Os demais foram transportados aos poucos de ônibus com destino ao aeroporto de Lisboa e enviados para seus países de origem, afirmou o chefe da Polícia Marítima da capital portuguesa, Diogo Vieira Branco. Segundo ele, as pessoas infectadas são assintomáticas ou apresentam sintomas leves.

Passageiros vacinados e testados duas vezes

A companhia informou que todos os passageiros maiores de 12 anos, assim como a tripulação, estavam “completamente vacinados”. Além disso, todos foram testados duas vezes antes de embarcar.

O navio AIDAnova, que opera desde 2018, tem uma capacidade de cerca de 5.200 passageiros, estava atracado em Lisboa desde quarta-feira. Várias nacionalidades estavam a bordo, mas a maioria dos passageiros eram alemães.

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Torre Eiffel oferece testes anticovid para visitantes sem passaporte sanitário
Covid-19: setor do Turismo deve iniciar recuperação só em 2023, diz ONU
Passaporte sanitário salvou a temporada turística de verão na França

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos