Surto de lesão misteriosa na pele atinge 79 pessoas e é investigado no Recife

·1 min de leitura
Moradora exibe marcas da lesão - Foto: Arquivo Pessoal
Moradora exibe marcas da lesão - Foto: Arquivo Pessoal
  • Recife registrou quase 80 casos da lesão em menos de um mês e meio

  • Secretaria de Saúde investiga o problema e emitiu alerta às unidades de saúde

  • Moradores especulam a causa da lesão

Um surto de uma lesão misteriosa que causa coceiras na pele e atingiu dezenas de pessoas está sendo investigado no Recife. Foram 79 casos entre 1º de outubro e 19 de novembro, conforme relatou o G1.

A Secretaria de Saúde da cidade explicou que tratam-se de “lesões cutâneas a esclarecer”, diagnosticadas em pessoas com idade entre 2 e 96 anos. O principal sintoma é a coceira.

Em nota, a secretaria explicou, ainda, que "tem discutido os casos com equipe clínica e que as investigações epidemiológica, entomológica e laboratorial estão em andamento".

Os primeiros casos identificados, no mês passado, foram em cinco crianças na Zona Norte da capital pernambucana. Foi emitido um alerta para que as unidades de saúde pública notifiquem o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) do Recife imediatamente após atenderem casos suspeitos.

Moradora relata experiência

Ao G1, uma moradora do bairro da Guabiraba contou que ela e as outras seis pessoas que vivem na sua casa apresentaram caroços vermelhos na pele e coceira. Ela explicou que moradores deram diversas possíveis explicações para o aparecimento dos sintomas.

"Algumas pessoas diziam que era a água, outras que era por conta dos mosquitos. Depois descobrimos que estavam em outras comunidades também", disse Márcia Emanuelle da Silva, de 27 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos