Susana Vieira se diz 'infeliz' longe das novelas e tem detestado ter 80 anos: 'Toda hora vejo morte de alguém'

Susana Vieira não era de reclamar de idade até completar 80 anos. Não tem sentido sinais de cansaço no corpo, mas está se assustando ao ver colegas de sua geração morrerem aos poucos.

"Eu lidei bem até fazer 80, agora estou detestando, porque olhei para frente e sobra muito pouco tempo. Toda hora eu vejo a morte de alguém e isso me deixa muito impressionada. Quando você é mais moça, você olha e fica chocada, triste. Agora, não tem uma hora que o repórter diga 'morreu ontem, aos 21 anos...' já fico em pânico. Pode ser João, Maria, quer for. Eu já digo 'quantos anos? 86, 91?' Nunca pensei que estaria nessa faixa", disse a atriz à "Caras".

O que não significa que ela não esteja fazendo planos.

"Não imaginava o que era ter 80. Eu vivia muito o dia de hoje e um pouquinho do amanhã. Mas eu não pensava nisso. Eu fiquei mais grilada, agora estou olhando para o futuro. Ainda acho que coisas boas podem acontecer comigo. Ainda acho que eu posso fazer uma novela, me apaixonar".

E o que tem a incomodado muito mais que o passar do tempo é a distância das novelas. Mesmo com contrato renovado com a TV Globo, a diva não vê a hora de matar as saudades da rotina de um set.

"Sinto muita falta da rotina de sair de casa cedo, levando meu almoço, ficar no camarim, gravar o dia todo e chegar em casa às 22h. Eu amo gravar novela, amo aquele ambiente. Então, eu estou um pouco infeliz, porque há muito tempo que estou sem isso. Me faz falta para viver. O trabalho foi o que me deu tudo que tenho e a alegria de viver eu tenho por isso. Eu não estou cansada".