Suspeito de agredir, amarrar e enviar vídeo da namorada para familiares é preso em GO

·1 min de leitura
Foto: Reprodução/Polícia Civil
Foto: Reprodução/Polícia Civil
  • No vídeo, homem exigia que pai fosse buscar a filha

  • À polícia, vítima confirmou agressões, cárcere privado e ameaças de morte

  • Mulher foi ouvida na Delegacia de Atendimento à Mulher

No último domingo (17), policiais militares prenderam um homem, de 30 anos, suspeito de agredir, amarrar e filmar a namorada, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. O vídeo, que foi enviado para os familiares da mulher, o homem faz ameaças e exige que o pai da namorada vá buscá-la.

"Fala para ele vir buscar a filha dele aqui. Mandar reportagem, mandar tudo. Vamos descobrir se ele é pai dela mesmo, passar fome não vai não. Estou falando sério. Vem buscar", diz o homem no vídeo.

A delegada do caso, Jaqueline Camargo, afirmou que a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) ouviu a mulher e seu pai. Eles relataram que ela foi mantida em cárcere privado, sofreu agressão física e foi ameaçada de morte pelo suspeito.

"Eles convivem em união estável na mesma casa. Ela foi amarrada na casa do casal, onde tiveram uma briga familiar", informou a delegada ao portal G1.

O suspeito foi preso por agentes do Comando de Patrulhamento Especializado (CPE), que realizavam um patrulhamento no bairro e identificaram sua motocicleta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos