Vídeo mostra novo caso de seguranças torturando suspeito de furto

Homem foi obrigado a falar "galera, não rouba mais no Extra Morumbi." (Foto: Reprodução)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Vídeo mostra vítima apanhando com um bastão e levando choques

  • Extra informa que caso aconteceu em 2018 e funcionário foi demitido

Mais um vídeo circula nas redes sociais mostrando seguranças de supermercado em São Paulo torturando um suspeito de furto. Amarrado e com as calças parcialmente abaixadas, a vítima foi filmada recebendo golpes com bastão de madeira e arma de choque, e foi obrigada a falar "galera, não rouba mais no Extra Morumbi" e "eu errei e me ferrei".

O supermercado fica na zona sul da capital paulista. Ao G1, a rede de lojas disse que o caso aconteceu em março de 2018, e que um funcionário foi demitido após investigação interna. Afirmou, também, que a empresa de segurança foi afastada. Agora, a polícia iniciou uma investigação sobre o caso.

Leia também

Assista o vídeo:

“A empresa de segurança preventiva já fez um B.O. O colaborador envolvido foi imediatamente afastado quando tivemos conhecimento do conteúdo. E, hoje, depois de avaliada a conclusão parcial das apurações iniciais, ele foi desligado. A empresa de segurança e os seguranças envolvidos foram afastados das operações da loja quando tivemos conhecimento do conteúdo dos vídeos”, diz nota do Extra.

Também nesta semana, a Justiça aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público sobre o caso de dois seguranças que torturaram um jovem de 17 anos com golpes de chicote improvisado com fios elétricos, também em um supermercado da zona sul de São Paulo.

A vítima teria tentado furtar uma barra de chocolate, e afirmou à polícia que os seguranças o ameaçaram de morte caso ele contasse a alguém sobre a agressão. A primeira audiência de instrução do caso está marcada para 11 de outubro.