Suspeito de matar jovem a facadas enviou mensagem à mãe da vítima: 'amo sua filha'

·2 minuto de leitura
Ariane foi morta pelos amigos - Foto: Arquivo Pessoal
Ariane foi morta pelos amigos - Foto: Arquivo Pessoal
  • Mensagens foram enviadas no dia que o corpo da jovem foi encontrado

  • Três suspeitos que eram amigos da vítima estão detidos

  • Mãe afirma estar 'chocada'

Um dos suspeitos de assassinar Ariane Bárbara Laureano de Oliveira, de 18 anos, que era amigo da vítima, enviou mensagens para a mãe da jovem no dia em que seu corpo foi encontrado pela polícia em Goiânia. A mãe, a cabeleireira Eliane Laureano da Silva, de 35 anos, conta que o suspeito chegou a dizer que amava sua filha. Três amigos da jovem foram presos suspeitos do crime.

“Meus mais sinceros pêsames. Eu amo sua filha. Ela não merecia isso”, escreveu.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Eliane diz que as mensagens foram enviadas por Enzo Jacomini Carneiro Matos, de 18 anos, em 31 de agosto, mesmo dia em que o corpo de Ariane foi encontrado em uma mata no setor de Jaó, em Goiânia.

Enzo foi preso junto com Jeferson Cavalcante Rodrigues, de 22 anos e Raíssa Nunes Borges, de 19. De acordo com a polícia, o crime foi cometido porque uma das investigadas queria saber se era psicopata.

Leia também

A mãe da vítima disse que está “chocada” com a crueldade dos suspeitos e que está se consultado com um psicólogo.

“Estou mal. Não sei onde recorrer. Não tenho mais forças, até água que tomo, estou vomitando. Saudade eterna da minha filha. Até hoje não entrei no quarto dela, não consegui”, afirmou ao portal G1.

Ela conta ainda que conhecia os suspeitos, que eram amigos de sua filha. No dia do crime, Ariane estava de pijama em casa quando os suspeitos a chamaram para sair.

“A Ariane saía muito e sempre me mandava vídeos com quem ela estava, inclusive, vídeos com eles. Na pista de skate, eles sempre estavam. No dia, ela estava pronta para dormir e eles a tiraram de casa. A chamaram para morte”, conta a mãe da jovem.

Grupo combinou ritual

No dia do crime, com a vítima selecionada, o grupo reuniu-se na véspera e decidiu como aconteceria o assassinato. Eles buscariam Ariane de carro e, durante a execução de uma música que fala sobre homicídio, um sinal seria dado para que ocorresse o crime.

Foi o que aconteceu. Durante a canção, Jeferson estalou os dedos, e Raíssa enforcou Ariane, deixando-a desacordada. Foi então que Freya acertou a primeira das três facadas fatais na garota.

"A Ariane estava toda feliz por sair com as amigas. Identificamos o motorista e cumprimos mandado de prisão temporária. De imediato, ele confessou o crime e nos apresentou a faca usada, ainda com resquícios de sangue", contou Marcos.

Ariane estava desaparecida desde o dia 24, quando foi assassinada. Em seu último contato com a família, ela enviou um áudio para a mãe, avisando que ia sair com as amigas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos