Suspeito de matar ex-namorada é preso na Zona Oeste do Rio

·2 minuto de leitura

Suspeito do assassinato da ex-namorada Ingrid Silva, de 26 anos, Miguel Ângelo Maia Pinho, foi preso nesta terça-feira, por uma equipe de policiais da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Miguel foi detido horas depois de ter tido a prisão temporária decretada por uma juíza de plantão no Tribunal de Justiça do Rio, ainda na noite de segunda-feira.

Segundo a polícia, Miguel informou que cometeu o crime após uma discussão com a vítima, que teve o corpo atirado por ele de cima de uma ponte do Rio Guandu. O assassinato ocorreu na noite do dia 24, mas o cadáver que tinha marcas de perfurações, só foi localizado pela polícia na sexta-feira passada, na Ilha da Madeira, em Itaguaí. De acordo com a família da jovem, ele não aceitava o fim de um relacionamento de cerca de seis meses que teve com Ingrid.

De acordo com parentes, a jovem já havia recebido da Justiça uma medida protetiva que obrigava o ex-namorado a manter uma distância mínima de 300 metros. A decisão judicial havia sido expedida depois que Ingrid sofreu uma tentativa de homicídio, em maio, e apontou o rapaz como autor. No dia que desapareceu, em Campo Grande, onde morava, ela havia aceitado ir ao encontro do suspeito, após ter trocado mensagens com Miguel.

—Soubemos disso porque ela usou o telefone da minha sobrinha para marcar o encontro. A troca de mensagens que ela fez ficou no aparelho. Um mototáxi buscou a Ingrig na porta de casa e a levou até a estação de trem de Inhoaíba, onde ela encontrou o ex-namorado. Foi a última vez que ela foi vista com vida — disse , nesta segunda-feira, Stefany da Silva Ferreira, irmã de Ingrid.

A jovem estava desaparecida desde o dia 24, quando saiu de casa, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, para ir ao encontro do ex-namorado. Mãe de duas meninas, de 11 anos e de 7, ela foi sepultada neste domingo, no Cemitério Nossa Senhora do Pilar, em Duque de Caxias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos