Suspeito de sequestrar e matar jovem no Ceará na véspera do Ano Novo responde por crimes de estupro, em 2013, e receptação

A Polícia Civil do Ceará informou nesta terça-feira (3) que um dos dois envolvidos no sequestro e assassinato de uma jovem, de 19 anos, no município de Morrinhos, já responde na Justiça pelos crimes de estupro, ocorrido em 2013, e de receptação. Identificado como José Almino Holanda, o suspeito foi o responsável por raptar Itamara Eny de Freitas, no último dia 31, com a ajuda de Francisco Gabriel dos Santos, que era vizinho da vítima, frequentava a casa de sua família e, supostamente, mantinha uma paixão por ela.

Azar de Ano Novo: Menino de 10 anos acerta as seis dezenas da Mega da Virada, mas mãe não registrou aposta

Veja vídeo: Polícia da Bahia identifica agressor de crianças em praia de Salvador

As buscas por Itamara começaram ainda na véspera de Réveillon, depois que a vítima parou de responder as mensagens da família. De acordo com as investigações, a jovem estava sozinha quando um dos suspeitos do crime apareceu no escritório onde ela trabalhava. Um Boletim de Ocorrência foi registrado no domingo (1º), na Delegacia Municipal de Bela Cruz, e transferido para a Delegacia Municipal de Marco, unidade da Polícia Civil da região, onde o crime ocorreu.

Câmeras de segurança de um estabelecimento registraram o momento em que José Almino chegou a pé no local, entrou no escritório e, minutos depois, saiu com Itamara. Ele aparece usando bermuda, blusa vermelha e boné. O homem deixou o local sendo levado pela jovem na garupa da moto dela.

Corpo encontrado com sinais de violência

O corpo da vítima foi encontrado em um terreno no Distrito de Bom Princípio, em Morrinhos, com sinais de violência. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foi acionada e colheu indícios que auxiliam nas investigações. A motocicleta da jovem já havia sido localizada no domingo, na localidade de Oiticica, em Itarema.

Novos registros suspensos, controle nas mãos da PF: decreto de Lula visa reverter explosão de CACs que atingiram um milhão de armas durante governo Bolsonaro

Os criminosos, de 35 e 20 anos, foram presos na tarde desta segunda-feira. José Almino foi encontrado em uma residência no bairro Flores, no município de Amontada, com uma roupa semelhante à utilizada no dia do crime. Já Gabriel foi capturado em Bom Princípio, na cidade de Morrinhos.

A dupla foi autuada por homicídio qualificado por motivo fútil, sequestro, cárcere privado para fins libidinosos e estupro. Agora, os indivíduos estão à disposição da Justiça.