Suspeitos pela morte de menina de 6 anos são presos em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil prendeu dois homens suspeitos de envolvimento na morte da menina Helena Guimarães da Silva Mingorance, 6. Ela foi baleada na última sexta-feira (29), em Carapicuíba, na Grande São Paulo.

A menina estava com o pai, um empresário de 46 anos, dentro do carro da família, quando foram alvos de um ataque a tiros. Testemunhas contaram que quatro pessoas saíram de dentro de um carro, possivelmente um Corsa cinza ou prata, e dispararam contra as vítimas. Eles fugiram na sequência.

O pai de Helena sobreviveu ao ataque.

Os dois suspeitos tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça. A polícia não deu detalhes de onde foram encontrados e nem o dia exato em que foram detidos.

Investigadores do 1° DP da cidade investigam a participação de outros envolvidos na ocorrência.

A investigação aponta que o pai da menina vinha realizando empréstimos de dinheiro com juros, a diversas pessoas, entre elas um dos presos, um homem de 24 anos.

O homem em questão que, conforme a polícia não possui registros criminais, mas estaria praticando roubos e andando armado, teria tomado emprestado R$ 66 mil com Evandro. No entanto, como o valor não foi quitado na data combinada, já estaria em R$ 85 mil, com o vencimento na noite do crime.

Segundo a Polícia Civil, após a morte da menina, o homem foi visto portando uma arma e atirando para o alto. Ele dizia ter feito uma besteira e que iria fugir para o Paraguai, segundo testemunhas relataram para os investigadores.

Não foi informado o motivo para a prisão do segundo suspeito.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos