Suspeitos de usarem falso carro dos Correios para tráfico são presos

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Suspeitos de utilizarem um falso carro dos Correios em uma associação criminosa voltada ao tráfico de drogas foram presos nesta segunda-feira (30) durante a Operação Arremedo, da Polícia Federal com apoio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), de São Paulo.

Ao todo, foram cumpridos 21 mandados judiciais, sendo cinco deles de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Barueri (SP) e no Rio de Janeiro, e três dos quatro mandados de prisão temporária expedidos. Também foram apreendidos R$ 104 mil e US$ 25 mil (cerca de R$ 129 mil na cotação atual) em cédulas, equipamentos de informática, documentos e demais bens.

Um dos suspeitos segue foragido, segundo informou a PF durante entrevista coletiva nesta manhã.

As investigações começaram após suspeita de que uma célula da associação criminosa responsável pelo transporte da droga utilizava um automóvel caracterizado falsamente como pertencente aos Correios. Dois investigados chegaram a ser presos com 140 kg de cocaína.

Os investigadores também observaram movimentações atípicas de mais de R$ 63 milhões em conta de uma empresa envolvida no esquema, o que motivou o bloqueio dos ativos financeiros dos investigados. Foram identificadas atuação da associação criminosa em ao menos dois estados, São Paulo e Paraná.

Os sigilos fiscais e bancários de doze pessoas físicas e jurídicas foram derrubadas por ordem judicial da 1ª Vara de Crimes Tributários, Organização Criminosa e Lavagem de Bens e Valores de São Paulo. As investigações continuam.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos