Técnico da Sérvia ironiza formação ofensiva do Brasil: 'Vai jogar alguém lá atrás?'

O técnico da Sérvia, Dragan Stojković, tratou com bom humor e ironia a possibilidade de enfrentar o ataque do Brasil no jogo de estreia das seleções na Copa do Mundo, nesta quinta-feira.

Panorama Esportivo: Tite dá atenção a Casagrande e exalta ex-jogadores antes de estreia

Quatro anos depois: Como o 7 a 1 de 2014 moldou quarteto de jovens da seleção brasileira no Catar

Questionado pela imprensa brasileira sobre como lidar com uma formação com quatro atacantes - Neymar, Vini, Raphinha e Richarlison - o treinador exibiu confiança e lembrou que será preciso compensar isso na defesa.

– O Brasil vai jogar com quatro atacantes? Vocês têm sorte. E quem vai jogar atrás? Não precisamos ter medo de ninguém – afirmou Stojković.

Falando mais sério, o sérvio elogiou a seleção brasileira, mas disse estar focado em sua equipe.

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

– Vamos dizer que jogam com três atacantes mais Neymar, é um grande time. Mas pra mim o importante não é como o Brasil joga, e sim como a Sérvia joga. Não vamos fugir, mas não vamos fazer esse jogo individual. É possível parar o Brasil – finalizou.