Técnico da seleção olímpica explica 'volta' de Paquetá e Vinicius Junior e ausência de Gerson

Diogo Dantas

O técnico da seleção olímpica, André Jardine, comentou sobre os retornos de Lucas Paquetá e Vinicius Junior para a equipe sub-23, convocada nesta sexta-feira na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

O meia do Milan deixou de ser chamado na lista da equipe principal e reaparece na equipe que vai à Tóquio, muito em função do momento vivido no clube italiano, em que não atua com frequência.

Bruno Guimarães, capitão no pré-olímpico, foi promovido para a seleção principal, e Paquetá ocupou a lacuna.

Para Jardine, o meia não foi rebaixado.

- Espero que ele venha com o mesmo brilho nos olhos. Não temos dúvid do potencial que tem. Grande reforço e prova de interação, assim ajudamos um ao outro. Ele vai nos ajudar com seu talento - disse o treinador.

Fora do pré-olímpico, Vinicius Junior retorna com status de titular do Real Madrir. Segundo Jardine, o clube já ouviu do atleta o desejo de jogar a Olimpíada.

- Vinicius expôs a vontade de jogar as Olimpíadas, já conversou com o Real Madrid. A vontade do atleta com certeza vai ser levada em consideração. Acreditamos que destes atletas tenhamos êxito na liberação - afirmou.

Outro tema tratado na coletiva foi a ausência de Gerson, do Flamengo. Também fora da lista de Tite na equipe principal. Segundo a CBF, a recusa na última convocação foi superada, mas tecnicamente havia outros atletas na frente.

- As escolhas sempre levam em conta a parte técnica. Nessa posição do Gerson, tanto seleção principal como olímpica temos contado com extraordinários jogadores. Mas a qualidade do Bruno Guimarães, Matheus Henrique, Douglas Luiz, Maicon...além do retorno do Wendel. Em algum momento os que performarem terão as oportunidades - projetou André Jardine.

Antes da convocação, o tetracampeão mundial Branco, Coordenador das Seleções de Base, revelou que a CBF mantinha conversas para a realização de dois jogos preparatórios nos Emirados Árabes, contra Coreia do Sul e Egito. Mas que a realização destas partidas não será mais possível, por conta da preocupação com o corona vírus. A CBF continua trabalhando para a definição dos novos compromissos da Seleção Olímpica.

Do grupo que conquistou um lugar nas Olimpíadas durante o torneio na Colômbia, 11 jogadores retornam à Seleção. Essa é a primeira etapa na definição do time que irá defender o Brasil nos Jogos Olímpicos.