Técnico de enfermagem é preso por tentativa de feminicídio contra ex-companheira na Baixada Fluminense

Policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, cumpriram um mandado de prisão temporária contra um técnico de enfermagem suspeito de ter ateado fogo na ex-companheira. Mário Jorge Alves Caçote foi encontrado pelos agentes enquanto estava de plantão num hospital infantil em Duque de Caxias, nesta segunda-feira. Ele foi detido pelo crime de feminicídio tentado.

Bebida e direção: Justiça manda soltar dentista que provocou acidente de trânsito embriagada na Zona Sul do Rio

Suspeita de feminicídio: Acusado de matar técnica de enfermagem não explica como o crime ocorreu, nem o motivo

Segundo as investigações, Mário Jorge ateou fogo na ex-companheira após um desentendimento entre eles, no dia 14 deste mês. O crime ocorreu após a vítima ter feito um registro de ocorrência contra ele na Deam. A prisão temporária foi pedida pela delegada da especializada Mônica Areal.

De acordo com a polícia, o preso possui uma extensa ficha criminal por crimes de violência doméstica, inclusive contra a própria filha.

Vídeo: Imagens mostram assaltantes agredindo vítimas em van na BR-101 em São Gonçalo

Nesta segunda-feira, Mário Jorge foi encontrado por agentes durante o plantão no Hospital Infantil Ismélia da Silveira, em Duque de Caxias, onde atua como técnico de enfermagem. Ele foi levado para a Deam de Belford Roxo após a prisão, onde aguarda encaminhamento para o Sistema Prisional.