Técnico de Senegal descarta cirurgia em Mané e mantém esperança de tê-lo na Copa

O técnico Aliou Cissé, de Senegal, anunciou, nesta sexta-feira, a lista dos 26 jogadores que irão representar a seleção na Copa do Mundo no Catar, e fez questão de esclarecer a situação do lesionado Sadio Mané. O treinador confirmou que o atacante do Bayern não vai precisar passar por cirurgia.

— Nós estamos monitorando a situação. Neste momento, Sadio está na Áustria para mais exames. A boa notícia é que não precisará de cirurgia. Isso é uma grande notícia. Saberemos mais na próxima semana. Teremos de uma semana a 10 dias para ver a evolução da lesão — disse Aliou Cissé.

O jornal francês “L'Equipe” chegou a publicar que o jogador não se recuperaria a tempo e estaria fora da Copa. No entanto, já era esperado que Mané estaria entre os convocados mesmo lesionado. A ideia de Senegal é tê-lo no terceiro jogo da fase de grupos, contra o Equador.

Sadio Mané ainda não sabe se terá condições de jogos, mas Cissé também ressaltou a liderança do jogador de 30 anos dentro do elenco de Senegal.

— Sadio é muito importante para o grupo, esse é o motivo para eu decidir convocá-lo. Faremos o que for necessário. Não quero deixá-lo de fora. Perder Mané não é algo fácil para a gente e para o futebol africano. Não quero pensar nisso. Estamos otimistas — explicou Cissé.

O ex-jogador do Liverpool se machucou na goleada do Bayern de Munique sobre o Werder Bremen, na última terça-feira, e atuou por apenas 20 minutos. Mané sentiu dores na perna direita e precisou ser substituído por Sané, levantando preocupação.

Senegal estreia na Copa do Mundo contra a Holanda, no próximo dia 21 de novembro. Na sequência, a equipe irá enfrentar o Qatar e encerra sua participação no Grupo A diante do Equador.