Técnicos do Inea pedem rejeição de licença para autódromo em Deodoro

André Coelho
·2 minuto de leitura

Os técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) que analisaram os estudos ambientais do projeto de construção de um novo autódromo no bairro de Deodoro, na Zona Oeste, apresentaram parecer contrário à concessão de licença ambiental para o empreendimento. A conclusão do parecer elaborado em outubro foi apresentada em reunião da Comissão Estadual de Controle Ambiental (Ceca), que acontece na tarde desta quinta-feira (19).

A sessão passa agora para a fase de discussão. Os 14 conselheiros vão decidir se a licença será rejeitada hoje, ou se serão exigidos novos estudos de impacto ambiental e ajustes no projeto do autódromo.

Como o EXTRA mostrou nesta quinta-feira, a conclusão não foi incluída no parecer divulgado há um mês e técnicos relataram pressões para a aprovação da licença. Na apresentação feita na abertura da reunião, eles apontaram uma série de falhas no estudo de impacto ambiental apresentado pela Prefeitura do Rio. Segundo os especialistas, 73 hectares de mata nativa da floresta do Camboatá seriam suprimidos. O parecer destaca ainda que existem no local seis espécies animais, entre elas o jacaré de papo amarelo, e quatro vegetais ameaçadas de extinção, e que poderiam ser impactos pela construção.

"Concluímos que a magnitude dos impactos ambientais estão subdimensionados (no estudo) (...) já existem, ao nosso juízo, elementos técnico-científicos e aspectos legais que impossibilitam a implantação do empreendimento na área de Camboatá", diz o parecer.

Segundo os técnicos, de acordo com a legislação atual, a supressão de vegetação obrigaria o reflorestamento de 300 hectares de mata, ou o pagamento de cerca de R$ 25 milhões como compensação. Os técnicos destacaram ainda que o próprio estudo aponta outras cinco alternativas para a instalação do autódromo, que apresentam degradação ambiental e pouca vegetação nativa a ser suprimida.

Neste momento os conselheiros discutem o parecer para em seguida decidir o encaminhamento sobre a licença.