Título da Libertadores congestiona calendário do Palmeiras

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A vitória do Palmeiras na final da Copa Libertadores sobre o Santos congestionou o calendário do clube de São Paulo, que terá pelo menos oito jogos em 27 dias antes do fim de fevereiro, em uma temporada que pode não terminar antes de a próxima começar.

A vitória por 1 x 0 nos minutos finais na decisão do último sábado no Maracanã classificou o Palmeiras ao Mundial de Clubes, que começará no Catar esta semana.

O time precisará primeiro cruzar o planeta para chegar ao Oriente Médio, onde disputará a semifinal, em 7 de fevereiro, e, se vencer, pode enfrentar o campeão europeu Bayern de Munique.

O Palmeiras estava esperando jogar as duas partidas da final da Copa do Brasil contra o Grêmio em 11 e 17 de fevereiro, mas a Confederação Brasileira de Futebol transferiu essas partidas para 28 de fevereiro e 7 de março.

A temporada 2021 deve começar em 28 de fevereiro, mas a expectativa é que os jogos iniciais do Palmeiras no campeonato estadual de São Paulo sejam adiados.

O Palmeiras, que jogou 55 partidas desde que o futebol recomeçou em 23 de julho, após a paralisação pela pandemia de coronavírus, também tem seis jogos a disputar pelo Campeonato Brasileiro antes do fim da temporada 2020.

A concentração de partidas acontece no momento em que o clube tentará uma série de conquistas sem precedentes.

Além da Libertadores, o Palmeiras venceu o Campeonato Paulista, em agosto. O time está a dois jogos de vencer a Copa do Brasil e o Mundial de Clubes e tem uma chance remota de conquistar o título do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras está em quinto lugar, a dez pontos do líder Internacional nas últimas rodadas.

(Por Andrew Downie)