'Tô com sede, me ajuda', idoso pede socorro depois de dias sem comida e água em MS; veja vídeo

Um idoso que gritava em casa sozinho pedindo ajuda com fome e sede teve seu drama gravado em vídeo por um vizinho que pulou o muro de sua casa para socorrê-lo, no Jardim Noroeste, em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. O rapaz de 23 anos, que se identificou como farmacêutico, gravou, nesta terça-feira, as condições precárias em que vivia o senhor de 63 anos de idade, resgatado de sua residência após moradores chamarem a polícia e o Samu.

Caso Bárbara: áudio da menina agradecendo brinco comove a web; ouça

Assista: Brasileira faz vídeo dançando em frente a incêndio e causa indignação em Portugal

O vídeo, gravado pelo vizinho, foi publicado pelo Campo Grande News. Nele é possivel perceber que o quarto onde o idoso dorme está sujo, com lixo espalhado pelo chão da casa, de acordo com o próprio relato do idoso.

"Acho que vou tomar um litro de água", disse o idoso ao pegar o copo que o vizinho lhe entregou.

O vizinho afirma no vídeo que o idoso não anda e, aparentemente, não possui cadeira de rodas e, por isso, não consegue se locomover:

"Já tem um bom tempo que ele está nessa situação, um ano. Um dia a vizinha me chamou para ajudar, falei para a gente chamar a polícia e a assistência social, mas ela falou que não adiantava porque já tinha vindo polícia mais de duas vezes e não resolveu", disse o rapaz.

Segundo o vizinho, o filho do idoso fica dias sem aparecer na casa e sem prestar assistência ao pai:

"Ele sempre pede socorro. De madrugada mesmo ele já cansou de pedir socorro. Era umas 3h da manhã uma das vezes que pediu ajuda, aí as vizinhas, uma que é enfermeira, foram lá ajudar ele

Nesta terça-feira, o farmacêutico contou como acabou pulando o muro da casa para prestar assistência ao idoso: "Ele estava pedindo água e começou a gritar bastante 'tô com sede'. Mas o filho dele trancou o portão porque não gostava que fosse lá ajudar. Aí pulei o muro, entrei, quando ele falou que já fazia dois dias que não tomava água e não comia. Então chamei a polícia e tiveram que arrombar o portão", afirma o vizinho, que disse que o cachorro da casa também fica abandonado.

No boletim de ocorrência, segundo Campo Grande News, a Polícia Militar detalhou como encontrou a vítima: "deitada em uma cama, vestindo roupas que aparentavam não ser trocadas há dias, com mau cheiro, fraldas sujas, defecado, em visíveis condições de insalubridade e falta de cuidados". E quem, mesmo em condições precárias, o idoso estava "em plenas condições mentais" e contou que mora sim com o filho, que, segundo ele, trabalha durante todo o dia. E estava há dias sem tomar banho, sem trocar de roupa, com sede e fome.

O senhor foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) acionado, pelos vizinhos, fez o atendimento e encaminhou a vítima para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Tiradentes.

Depois dos atendimentos, informaram que o idoso seria encaminhado para a Secretaria de Assistência Social para os procedimentos necessários.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos