Tailândia legaliza canábis mas mantém proibição do uso recreativo

A Tailândia legalizou, esta quinta-feira, a posessão e o cultivo da canábis, mantendo no entanto a proibição do seu uso recreativo.

A decisão segue-se à legalização, em 2018, da utilização da planta para fins terapêuticos.

O país é o primeiro na Ásia a avançar com a legalização, apesar da sua legislação anti-droga ser notóriamente dura.

O consumo em público da canábis continua a estar sujeito a uma multa de até 780 dólares ou mesmo uma pena de prisão de até três meses.

O governo tailandês espera que o comércio local da planta impulsione o setor agrícola e o turismo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos