Tais Araujo fala sobre a educação dos filhos: 'Não quero crianças omissas nem passivas'

Atriz falou sobre a importância de criar seus filhos conscientes de que são privilegiados (Reprodução/ Instagram/ @taisdeverdade)

Mãe de João Vicente, de 7 anos, e Maria Antônia, de 3, Tais Araújo falou sobre a educação dos filhos e sobre a importância de ser porta-voz da representatividade e militar por causas que considera importantes, em entrevista ao site “Glamurama”. A atriz,que está prestes a completar 40 anos,contou que sente prazer em brigar pelo acredita e não pretende desistir do Brasil.

“Tenho muito prazer nisso. Não vejo como obrigação, mas é sim um dever não fingir que está tudo bom pra todo mundo. Não está. Não dá pra fazer minha mala e viajar com meus filhos pra fora e pronto. Não que eu não faça isso. Vou para a Europa, faço tudo. Mas tenho que agir com responsabilidade. O artista tem que refletir o nosso tempo. Me vejo nessa posição, faz parte do meu trabalho. Quando você milita por uma causa, as conquistas não são individuais. E você provoca reflexão, não só no outro… Em si mesma também. É um trabalho que me engrandece como cidadã. Ativismo é importante e apaixonante. Alcança muita gente, é muito bonito”, afirmou Tais Araújo.

Leia mais:
Aos 82 anos, Carlos Alberto de Nóbrega revela que já foi em praia de nudismo
Fernanda Gentil revela se trocaria namorada por Sandy

Tais Araújo também explicou que faz questão de criar seus filhos conscientes de que tem privilégios que a maioria dos brasileiros não têm. “Quero que eles entendam de cara que são muito privilegiados porque vivem num país com bastante desigualdade. E que saibam que eles têm responsabilidades com isso. Eles têm que saber de onde eles vem e o que vão fazer com isso. Não quero crianças omissas nem passivas”, disse a atriz.