"Vidas de jovens pretos estão sendo constantemente interrompidas", lamenta Taís Araujo

·3 minuto de leitura
Taís Araujo lamenta morte de Kathlen Romeu. Foto: Reprodução/Instagram @tasisdeverdade @eukathlenromeu
Taís Araujo lamenta morte de Kathlen Romeu. Foto: Reprodução/Instagram @tasisdeverdade @eukathlenromeu

Resumo da notícia:

  • Taís Araujo lamenta a morte de Kathlen Romeu nas redes sociais

  • A atriz fala sobre jovens pretos que perdem a vida prematuramente

  • Kathlen foi baleada por policiais durante uma operação na Zona Norte do RJ

Taís Araújo foi uma das muitas artistas que lamentou a morte da jovem Kathlen Romeu, 24 anos, no Rio de Janeiro (RJ) na terça-feira (8). A atriz expôs em um desabafo emocionante que é necessário apresentar outros aspectos da vida à pessoas pretas, além da violência já conhecida, mas que é difícil fazer isso enquanto vidas negras são violentamente encerradas.

"Todos os dias eu tento buscar formas de reavivar ainda mais a nossa autoestima, porque eu acredito sim que esse é um componente poderoso para fortalecer nossos jovens", começou a atriz em uma série de publicações feitas no Twitter. 

Leia também

 "Ontem mesmo eu estava ao vivo falando sobre ancestralidade e beleza, e quero muito poder narrar a negritude para além da morte e da violência que é imposta, sem ignorar os acontecimentos, claro, mas mostrando que somos muito mais do que isso", ela continuou: "Mas é difícil continuar falando sobre beleza e futuro quando as vidas de jovens pretos estão sendo constantemente interrompidas..."

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Taís segue: "Que Deus conforte os corações da família de Kathlen Romeo, uma jovem modelo e designer de interiores de 24 anos, grávida de 14 semanas, morta com um tiro na cabeça durante uma operação policial no Complexo do Lins, no Rio de Janeiro. E que a Justiça seja feita."

A atriz finaliza com a hashtag "Justiça Por Kathlen Romeu", que está sendo usada nas redes sociais para expôr o caso de violência policial que tirou a vida da jovem.

Kathlen, que era modelo e se preparava para ser mãe pela primeira vez, entra agora para a estatística de mortalidade de jovens negros. É uma morte a cada 23 minutos, de acordo com o Mapa da Violência, da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso). 

Entenda o caso

Kathlen Romeu, de 24 anos, que estava grávida de 14 semanas, foi baleada e socorrida, mas não resistiu. (Foto: Reprodução/Instagram)
Kathlen Romeu, de 24 anos, que estava grávida de 14 semanas, foi baleada e socorrida, mas não resistiu. (Foto: Reprodução/Instagram)

Uma mulher de 24 anos, que está grávida, morreu após ser baleada na tarde desta terça-feira (8) na Vila Cabuçu, em um dos acessos à comunidade Lins do Vasconcelos, na Zona Norte do Rio.

Kethlen Romeu foi levada para o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu. Moradores da localidade organizam um protesto nas proximidades da Serra Grajaú, em Jacarepaguá.

Lideranças comunitárias da região relataram que o tiroteio ocorreu durante uma operação policial, que aconteceu de forma inesperada.

A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar confirmou que uma mulher foi encontrada baleada por policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Lins após uma troca de tiros com criminosos na localidade conhecida como “Beco da 14”.

Os PMs alegam que foram atacados a tiros pelos bandidos, dando início ao confronto.

Ainda segundo a PM, “buscas foram realizadas na região e os agentes apreenderam um carregador de fuzil, munições de calibre 9mm e drogas ainda não contabilizadas”.

Kathlen estava grávida de 14 semanas. A espera do primeiro filho foi anunciada por ela em sua conta no Instagram no último dia 2.

“Estou me descobrindo como mãe e fico assustada pensando como vai ser..dou risada, choro e tenho medo. Um misto de sentimentos. Talvez os mais doidos do mundo, mas vou dar risada lá na frente disso tudo..obrigada senhor por abençoar meu ventre e me permitir gerar o AMOR DA MINHA VIDA”, escreveu ela.

Em sua última postagem na rede social, a jovem compartilhou um vídeo no qual segura sua barriga, com a legenda “Bom dia, neném”. Ainda no Instagram, a jovem se identifica como designer de interiores. Ela também é vendedora de uma loja de roupas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos