Taís Araújo relembra ataque racista sofrido na Globo: "Sou vista como arrogante"

Taís Araújo explicou que teve que colocar limites para não ouvir comentários racistas em sua atuação na TV e no cinema. Em entrevista ao "Quem Pode, Pod", a atriz afirmou que foi vítima alvo de um comentário racista de um colega de trabalho da Globo.

"Uma vez, um ator da Globo falou para mim: 'engraçado, eu não conheço nenhum negro bem-sucedido que não seja prepotente e arrogante. Daí eu falei: Tostines vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais? Será que é você que não está acostumado a ver negros em lugares de poder e só entende negros em lugar de subserviência e se não for assim, acha que é prepotência?'. Ele não teve resposta. Eu lembro muito bem. Estava trancada dentro de um carro com ele fazendo uma cena", afirmou ela.

Taís explicou que sempre foi vista como prepotente no meio artístico, especialmente por se posicionar contra ataques racistas e não aceitar ser menosprezada. "Isso vem desde o Brasil colônia. Encarar uma população que foi sequestrada e escravizada com algum poder olhando para você no mesmo nível... você fala 'não, no meu subconsciente, no meu histórico, você tem que estar de cabeça baixa e dizer amém para tudo que eu falo, não pode levantar a voz'. Isso é uma questão que está na pele do brasileiro, correndo, tatuado. É um olhar que não está acostumado, mas vai ter que se acostumar".

No podcast, a atriz de 43 anos também afirmou que sempre precisou ter uma atitude firme diante do mundo externo. "Escuto isso, sei lá, desde que saí da maternidade. As pessoas falam 'nossa, que garota metida'. Desde sempre! Na minha infância e adolescência, fatalmente tive que levantar meu nariz ou seria atropelada. Eu fui criada num lugar muito branco e muito de elite. Se eu não me impusesse, seria atropelada por todo mundo e não estava a fim de ser atropelada por ninguém".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos