Talibãs impedem que funcionários do governo afegão em Cabul voltem a trabalhar

·1 minuto de leitura
Desde que o Talibã assumiu o poder, os edifícios do governo, bancos, estabelecimentos de passaportes, escolas e universidades permaneceram praticamente fechados

Os militares talibãs impediram que os funcionários do governo afegão em Cabul voltem ao trabalho neste sábado (21), o primeiro dia da semana de trabalho.

Desde que o grupo islamita de linha dura tomou o poder há seis dias, os edifícios do governo, bancos, estabelecimentos de passaportes, escolas e universidades permaneceram praticamente fechados.

Há apenas algumas poucas empresas privadas de telecomunicações funcionando nos últimos dias.

"Fui ao escritório nesta manhã, mas os talibãs que estavam na porta nos disseram que não receberam nenhuma ordem de reabrir os escritórios do governo", disse Hamdullah, um funcionário do governo

"Nos disseram para ver a televisão ou ouvir a rádio para receber um anúncio sobre quando retornar ao trabalho".

A maioria das ruas da capital estava vazia, exceto pelos postos de controle dos talibãs e os militantes que patrulhavam.

emh-jds/ecl/qan/msr/eg/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos