Talibãs proíbem passeios e refeições de homens e mulheres em Herat

Talibãs de Herat proíbem passeios e refeições de homens e mulheres (AFP/WAKIL KOHSAR) (WAKIL KOHSAR)

As autoridades talibãs proibiram homens e mulheres de comerem juntos e compartilharem caminhadas nos parques de Herat, no oeste do Afeganistão - disseram fontes oficiais nesta quinta-feira (12).

O Afeganistão é um país profundamente patriarcal e muito conservador, mas é comum ver mulheres e homens comendo juntos em restaurantes, particularmente em Herat, uma cidade considerada mais liberal.

Desde que retomaram o poder em agosto passado, os talibãs aumentaram as restrições que impõem a segregação de homens e mulheres, de modo a se enquadrarem em sua interpretação do Islã.

Riazulá Seerat, um funcionário talibã do Ministério para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício, disse que as autoridades decretaram que homens e mulheres sejam separados nos restaurantes. Os proprietários de restaurantes foram informados de que esta regra se aplica, inclusive, aos cônjuges, acrescentou Seerat, em entrevista à AFP.

Uma mulher afegã, que pediu para não ser identificada, contou que o gerente de um restaurante frequentado por ela com o marido em Herat disse aos dois para se sentarem separados.

O gerente de restaurante Safiula confirmou ter recebido instruções do ministério.

"Temos que seguir as ordens, mas isso teve um impacto muito negativo nos nossos negócios", disse ele, acrescentando que, se a proibição for mantida, provavelmente terá de demitir alguns funcionários.

Seerat destacou ainda que o ministério impôs a separação de gênero nos parques, impondo horários de visitação para homens e para mulheres.

str-ash-jd/cyb/fio/an/mb/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos