EI reivindica atentado suicida perto do Palácio Presidencial de Cabul

Cairo, 12 abr (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta quarta-feira, através da agência de notícias "Amaq", um atentado suicida contra o Palácio Presidencial de Cabul, que deixou pelo menos cinco civis mortos, segundo fontes oficiais afegãs.

Um breve comunicado divulgado na internet pela agência filiada aos extremistas informou sobre um ataque suicida perpetrado com um cinturão de explosivos contra o "posto de controle" junto ao edifício da Presidência da República em Kabul.

A explosão aconteceu por volta das 16h local (8h30, em Brasília), em uma zona de alta segurança do centro da capital afegã. EFE