Tapumes protegem lojas e bancos em NY por ameaça de protestos

LÚCIA GUIMARÃES

NOVA YORK, EUA (FOLHAPRESS) - O habitualmente movimentado centro de Manhattan está transformado pela visão de tapumes de madeira protegendo lojas e bancos contra possíveis saques, em caso de protestos quando a votação for encerrada, às 21h locais (23h de Brasília). O prefeito Bill de Blasio deixou claro que não há nenhuma ameaça de violência organizada na cidade. Mas inúmeros edifícios das áreas mais afluentes de Manhattan tomaram, nesta terça-feira (3), medidas temporárias especiais, trancando portarias e colocando mais porteiros para conferir a identidade de visitantes e entregadores.