Tarcísio anuncia programação no currículo da rede estadual em 2024

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 01.01.2023 - O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 01.01.2023 - O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

DAVOS, SUÍÇA (FOLHAPRESS) - O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), anunciou nesta quinta (19) que pretende incluir programação no currículo das escolas de ensino médio da rede estadual já em 2024.

Segundo o governador, que participa em Davos do encontro anual do Fórum Econômico Mundial, gigantes da tecnologia como Amazon, Microsoft e Meta manifestaram interesse em participar do projeto.

"A gente quer colocar programação em todas as nossas escolas de ensino médio porque a gente entende que é isso que vai desenvolver competências importantes que vão abrir a porta de um mercado de trabalho qualificado", afirmou Tarcísio a jornalistas brasileiros. Como exemplo, citou a possibilidade de incluir código na resolução de problemas matemáticos.

O governador afirmou que as big techs manifestaram "grande interesse em ajudar nessa educação tecnológica". "Elas já têm programas assim em várias cidades do mundo, empresas como a Amazon, a Meta, a Microsoft."

O projeto, contudo, ainda precisa ser desenvolvidos, e haverá prosseguimento das conversas com as empresas, afirmou.

O abismo digital na educação brasileira -e a consequente falta de profissionais de tecnologia- foi apontado pelo presidente da consultoria PwC no Brasil, Marco Castro, como um dos principais déficits do país diante do mercado global.

Tarcísio se reuniu nesta quinta com o presidente para América Latina da Microsoft, Rodrigo Kede; na quarta (18) o encontro foi com Nick Clegg, presidente de public affairs da Meta; e na terça (17) com Michael Punke, vice-presidente de políticas públicas globais da Amazon.

O governador tem mantido uma agenda intensa de 39 encontros bilaterais com executivos e empresários durante o evento, embora não tenha participado de nenhum dos painéis do fórum. Ele chegou a Davos no domingo (15) e parte no fim da tarde desta quinta. O evento termina nesta sexta (20).